Nutriex Profissional

FAQ

TIRE SUAS DÚVIDAS

Por que o protetor solar não tem C.A.?

Segundo a Norma Regulamentadora NR-6, os protetores solares não são classificados como Equipamento de Proteção Individual (EPI), consequentemente, não apresentam Certificado de Aprovação (C.A.) expedido pelo órgão nacional competente, ou seja, o Ministério do Trabalho e Emprego.

Até o momento, protetores solares atendem apenas à legislação do Ministério da Saúde/ANVISA. Há cremes de proteção com Fator de Proteção Solar (FPS) disponíveis como produto multifuncional, cuja ação principal é a proteção da pele (grupo 1, 2 ou 3) e ação secundária é a proteção solar. Neste caso, o Certificado de Aprovação (C.A.) baseia-se apenas em sua ação principal.

O que significa 1/3 de proteção contra os raios UVA?

Anteriormente à RDC 30/12, a comprovação de proteção contra os raios UVA não era obrigatória. Entretanto, após sua publicação, os fabricantes foram obrigados a comprovar a eficácia UVA de seus protetores solares, que devem ter, no mínimo, 1/3 de proteção do valor de FPS (UVB) declarado no rótulo. Por esse motivo, se um protetor solar tem FPS 30, o valor mínimo de proteção UVA deverá ser 10, assim como um FPS 60 deverá ter, no mínimo, 20 de proteção UVA.

Por que nossos protetores têm toque seco e melhor espalhabilidade se comparados a outras marcas?

A Nutriex preza muito a qualidade de seus produtos, por isso, usa uma combinação exclusiva de matérias-primas em sua fórmula para garantir, além da eficácia, uma sensação agradável e conforto durante a aplicação, permitindo a utilização desses produtos no dia a dia.

Em uma atividade na qual seja indispensável o uso de protetor solar e creme de proteção, qual passar primeiro?

Antes do início das atividades, aplique o creme de proteção com o auxílio de luva química sobre a pele limpa e seca, o que vai proporcionar uma fina camada sobre a área a ser exposta. O produto deve atingir todas as partes sensíveis aos agentes agressivos, tais como: palma das mãos, lateral e ponta dos dedos. Caso necessário, aplique nos antebraços. Aguarde o produto secar. Em seguida, aplique o protetor solar de maneira abundante e uniforme.

O creme de proteção causa comedões caso seja passado no rosto?

O creme de proteção pode ser passado no rosto, porém, não é o mais indicado. Dependendo do tipo de pele, pode causar o surgimento de comedões.

Em relação às grávidas, existe alguma contraindicação de passar protetor solar com repelente?

O protetor solar com repelente Nutriex Profisional (ou Solar Gold) não é contraindicado para ser utilizado por grávidas. No entanto, de acordo com a legislação, o uso de repelentes por gestantes ou lactantes deverá ser avaliado e recomendado pelo médico.

A eficácia do protetor solar facial é a mesma do protetor solar corporal?

Sim. A eficácia do produto é a mesma em qualquer região do corpo.

Qual a principal diferença do protetor solar facial comparado ao corporal?

O protetor solar facial da Nutriex possui microesponjas absorvedoras da oleosidade da pele, que proporcionam toque seco, suave e sensação de pele limpa por mais tempo.

O que significa FPS e qual a diferença entre o FPS 30 e o FPS 60?

O Fator de Proteção Solar (FPS) é a principal medida para quantificar a eficácia de um protetor solar. Ele indica quantas vezes mais radiação ultravioleta (UVB) será preciso para que ocorra a queimadura solar (eritema) comparado à pele sem o produto. Assim, se um protetor solar apresenta o valor de FPS 30, isso significa, na prática, que é necessária uma exposição 30 vezes maior para produzir o eritema, se comparada à situação em que o usuário não estaria usando aquele protetor. Consequentemente, usar um FPS 60 significa que é necessária uma exposição 60 vezes maior para produzir o eritema.

Qual a quantidade de luva química que cada pessoa deverá utilizar e qual a durabilidade de um frasco de 200g?

Nossos produtos foram desenvolvidos para que apenas 1g consiga proteger as mãos ou antebraços do usuário. Desta forma, estima-se que teoricamente sejam utilizados 2g para proteção das mãos e antebraços em cada aplicação, e 4g para o período de trabalho de 8 (oito) horas, isto é, 2 (duas) aplicações diárias.

Considerando que o usuário tenha um intervalo em cada período do dia, pode-se projetar a utilização de 8g do produto (2 aplicações pela manhã e 2 aplicações pela tarde). Desta forma, o produto com 200g terá uma duração estimada de 25 dias úteis.